quinta-feira, 11 de julho de 2019

Lançamento do livro físico "O colecionador de botões e a menina que gostava de mapas remendados"

Carxs
anunciamos o lançamento do livro físico "O colecionador de botões e a menina que gostava de mapas remendados". Esperamos que curtem!


"- Tem muitos morros, como em nossa cidade - comentou.
- Sim. Gosto de morros, por isso moro aqui, eles não deixam as paisagens monótonas e nem as pernas. Sabia que se tem dificuldade em fazer mapas de morros?
- É? Por quê?- A sua curiosidade se aguçou.
- Porque os morros, como sempre foram persistentes e desobedientes, teimam em dar trabalho de tamanho e forma, são seus jeitos de viver, por isso estão sempre por aí. Chega até essa janela aqui.
A menina se aproximou.

- Veja lá aquele morro, de um lado, uma grande escarpa, de outro, tão suave, que se pode chegar em seu topo caminhando sem cansar demais as pernas e o corpo. Como seus tamanhos e formas vão aparecer nos mapas que são tão acostumados com coisas acostumadas. Os morros têm muitas personalidades, dependendo dos seus lados."


A Livraria CA D' ORI de Juiz de Fora está responsável pela distribuição e vendo dos mesmos. Quem desejar adquirir é só entrar em contato. Eis:

Telefone: (55) (32) 3217 2229

https://instagram.com/livrariacadori?igshid=pyc95qni9rcl

https://www.facebook.com/cadori.livraria

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Espaço com plataformas cartográficas

Criamos um espaço que permite o acesso há diversas plataformas com base cartográfica. É só clicar nos links abaixo da imagem localizada na barra lateral do blog.

terça-feira, 14 de maio de 2019

Atividades de visão frontal, visão oblíqua e visão vertical.

Atividades propostas pelo Professor Bernardo Marques Werneck e realizadas pelos estudantes do sexto ano da Escola Estadual Mannarino Luigi, da cidade de Mar de Espanha, Minas Gerais.
















quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Narradores de Paisagens: Encontros Outros. Temas e experiências em educação geográfica


"As paisagens são também expressões da linguagem e, como tal, constituem-nos, não em meros processos de internalização, mas em arranjos criadores de nós mesmos e de nossa presença, forjando-nos como seres culturais. São gêneros discursivos. São palavras que se enunciam no e do mundo social. Como enunciados, são narrativas potentes que não nos tocam apenas na condição sensorial, mas em todo nosso desenvolvimento, em nosso “nos fazer”, como seres culturais. Guimarães Rosa (1994) colocou essas palavras na vida de seus personagens: “O gerais corre em volta. Esses gerais são sem tamanho. Enfim, cada um o que quer aprova, o senhor sabe: pão ou pães, é questão de opiniães... O sertão está em toda a parte (ROSA, 1994, p. 4). “Aqui é Minas; lá já é a Bahia? Estive nessas vilas, velhas, altas cidades... Sertão é o sozinho. Compadre meu Quelemém diz: que eu sou muito do sertão? Sertão: é dentro da gente” (ROSA, 1994, p. 435). “O sertão aceita todos os nomes: aqui é o Gerais, lá é o Chapadão, lá acolá é a caatinga” (ROSA, 1994, p. 701). “O sertão não tem janelas nem portas. E a regra é assim: ou o senhor bendito governa o sertão, ou o sertão maldito vos governa” (ROSA, 1994, p. 634)."


O fragmento acima faz parte de texto de nossa autoria (em conjunto com a professora Maria Lídia da UNB) intitulado "Narradores de Paisagens: Encontros Outros" publicado no livro Temas e experiências em educação geográfica organizado por Aloysio Marthins de Araujo Junior Orlando Ferretti. 


Convidamos para apreciar as palavras desse material. O livro está disponível em versão aberta aqui .

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Encerramento do curso de extensão Cartografia com Crianças e Escolares - Prefeitura de Juiz de Fora

Após 01 ano de reflexão e estudos, encerramos o curso de extensão Cartografia com Crianças e Escolares com um café coletivo. No café estava presente a Torta de Maçã do Botãoeiro! 
Compartilhamos algumas fotos:




Lançamento do livro físico "O colecionador de botões e a menina que gostava de mapas remendados"

Carxs anunciamos o lançamento do livro físico "O colecionador de botões e a menina que gostava de mapas remendados". Esperamos ...